Anda sem tempo pra cuidar da beleza? Você não está sozinha

Mulheres reais contam suas histórias. Inspire-se: você também pode!

Pensando em todas as mulheres que você conhece, fica difícil apontar uma que não sofra da síndrome contemporânea chamada falta de tempo. Bastou entrar na vida adulta que, pronto: qualquer uma de nós está sujeita a ela. Se você se identifica com essa realidade, bem-vinda: você não está sozinha. Conheça três mulheres reais que te convidam a driblar a falta de tempo (sempre, sempre, sempre) cheias de beleza.

Acorda às 5h (acredite) para malhar 
mulheres_sem_tempo

Sabrina Pamplona, 27 anos, é assim. Mora na Tabuba, no litoral do Ceará, mas, na semana, mal tem tempo de olhar para o mar. O despertador, esse sim, é o seu maior aliado. Ao toque das 5h, ela levanta cheia de disposição para malhar. Detalhe: antes, encara um longo caminho até Fortaleza (30 quilômetros!), onde fica até o anoitecer. Da musculação vai correndo exercitar o lado publicitária, que herdou do pai. Até o horário do almoço, Sabrina trabalha no marketing de uma concessionária e, à tarde, exerce sua verdadeira vocação, como enfermeira onco-hematológica. Quer mais? Sabrina também se dedica à pós-graduação e, no meio desse turbilhão, ainda arranja um tempinho para namorar. Acredite se quiser!

Rotina regrada para não perder o pique
otimização_de_tempo

Priscilla Almeida, 23, é formada em comércio exterior e trabalha como assistente de logística de uma empresa de importação, no Pecém (CE). Às cinco da matina já está de pé, pronta para mais um dia, que começa com os cuidados de beleza e alimentação. Antes de pegar o ônibus da empresa, em um trajeto que dura mais de uma hora, ela prepara suas refeições. “Para manter o pique, procuro me alimentar bem, fazer exercícios religiosamente e dormir cedo” – explica. O expediente termina às 17:30, mas Priscilla ainda precisa pegar o ônibus de volta. Quando chega em casa, às 19:30, preenche o tempinho que ainda resta com a academia, um telefonema para o namorado e, se o sono deixar, uma boa leitura.

Vale revisar o look no espelho do elevador
mulheres_sem_tempo

Fechando o time de mulheres super-poderosas vem a Carol Benevides. Aos 24, a Rol, como é conhecida entre os mais chegados, se divide entre o trabalho, a faculdade, o blog de moda, a igreja e o namorado. Para manter o look do dia sempre impecável ela faz malabarismo. O check no visual rola no meio do sobe-e-desce do elevador ou no espelho do hall de entrada do prédio. Fazer o quê? Esse é o dia a dia de quem, assim como essas três, não pode desperdiçar nenhuma brecha de tempo.

E você? Conte pra gente como encara a síndrome da falta de tempo – sem descuidar da beleza, jamais!

COMENTÁRIOS 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS