Paulo Borges, destaque do Espelho da Beleza no SPFW, participa do Diálogos

Vinte anos do evento e democratização da moda foram alguns dos assuntos

“Moda é cultura, moda é gente, moda é interação”. Essa foi uma das declarações de Paulo Borges, criador do São Paulo Fashion Week, que arrepiou nesta noite o público do Diálogos, espaço de bate-papo no lounge de O Boticário no evento. Ele, que é o idealizador do evento, foi um dos assuntos mais comentados do Espelho da Beleza nessa semana, e contou que saber o que as pessoas estão pensando e como elas vivem é a matéria-prima para a construção de cada edição do SPFW.

Diálogos no SPFW

Vanessa Gardano, gerente de marketing digital e fidelidade de O Boticário, também participou do papo, ao lado do renomado estilista Dudu Bertholini. Ela contou um pouco sobre a criação do Espelho da Beleza, essa ferramenta de Viva Linda que monitora em tempo real o que mais é falado pelas mulheres brasileiras quando o assunto é beleza. Segundo ela, a ferramenta conta com mais de 500 mil interações por mês.

Paulo Borges lembrou como as pessoas – seja através das redes sociais, seja nas ruas – influenciam a moda. “Hoje, mais do que nunca, a moda é feita de gente, do que elas pensam, do que elas falam, do que elas vestem e publicam. Antigamente, as pessoas diziam “isso é moda”. Hoje, elas perguntam “você gosta disso como moda?”, conta o diretor criativo da semana de moda, que abriu as comemorações para os 20 anos de SPFW.

Dudu Bertholini, admirador assumido de Paulo Borges, concorda e assegura que hoje a moda são as pessoas e aquilo que elas vivem. Para ele, o São Paulo Fashion Week foi o responsável por essa mudança de direção no mercado da moda no país. “SPFW não é um evento, mas, sim, um movimento que proporcinou a democratização da moda e não há nada melhor do que as pessoas terem-na como algo a seu favor, e não mais como algo que diz o que ela tem de fazer”.

Borges ainda relembrou que, no início dos anos 2000, colocou computadores pelos corredores do evento para que as pessoas pudessem fazer a sua própria cobertura mesmo com as poucas ferramentes disponíveis na época e comparou esse movimento com o Espelho da Beleza. “Queria que as pessoas pudessem ser e falar o que elas queriam sobre o evento, e essa ferramenta faz exatamente isso, só que num mundo muito mais rápido e instantâneo”, comparou.

Viu, só? Estamos mesmo fazendo a moda e a beleza! 🙂 Para continuar por dentro dos assuntos do universo feminino mais bombados das redes sociais, não deixe de acompanhar o Espelho da Beleza!

COMENTÁRIOS 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS