As dicas de beleza da Cleo Pires

Descubra os segredos de make e cuidados da atriz

♫ Ela é carioca, ela é carioca / Basta o jeitinho dela andar ♫ – e basta Tom Jobim cantar os primeiros versos dessa música-homenagem para que a gente logo pense em Cleo Pires. Nascida no Rio de Janeiro, a atriz esbanja beleza e atitude como as ruas da cidade maravilhosa. Tudo isso, é claro, com os produtos certos na bolsa. Cleo gosta de tudo o que é prático – kits, palletes, itens multifuncionais. Nas cores, nada como um olho marcado com sombra preta ou em tons terrosos, com direito a curvador de cílios e muita máscara à prova d’água. A make não é colorida, mas quando as unhas viram assunto, ela gosta de inventar com tons vibrantes e desenhos.

E por falar em beleza, a gente perguntou para a Cleo Pires tudo o que você gostaria de saber sobre a rotina de beleza da musa. Quer ver os segredinhos dela?

atriz Cleo Pires com batom vermelho

Viva Linda: Como é sua relação com beleza?

Cleo Pires: Sou muito vaidosa, gosto de estar bonita, com a pele boa e o cabelo saudável. Por isso eu tenho uns cuidados básicos. Nunca durmo de maquiagem, lavo o rosto de manhã e de noite sempre. Amo make, mas no dia a dia não tenho tempo de “me montar”. O foco é na proteção da minha pele: uso protetor e pó com fator de proteção solar sempre. Também sou adepta do blush e da máscara para cílios.

VL: E quando você quer arrasar?

Cleo: Tenho fases. Em alguns dias acho que tenho que valorizar a boca, outros são os olhos ou o contorno. Adoro fazer contorno.

VL: Você aprendeu a se maquiar sozinha?

Cleo: Minha mãe se maquia muito bem e desde pequena eu acompanhava. Aprendi com ela. Mas contorno foi com a Juliana Paes ou amigos maquiadores. Quando estava fazendo Salve Jorge, me contornava todo santo dia. Também adoro ver tutoriais e aprender a fazer as makes que eu gosto.

VL: Qual a make que é a sua cara?

Cleo: Olhão preto! Meu rosto é muito forte. Não uso muita cor e, se eu fizer isso, tem que ser uma cor bem esfumada, sem linhas muitos marcadas. Também gosto muito de tons terrosos.

VL: Um truque de beleza é…

Cleo: Aprender a fazer o contorno certo para o seu rosto. É quase uma plástica!

VL: Quais os seus produtos preferidos?

Cleo: Adoro os que servem para várias funções, como um kit ou uma pallete que você consegue fazer um look para o dia e depois adaptar para a noite. Tenho uma bancada cheia.

VL: E perfume?

Cleo: Amo cheiro. Percebi que a gente gosta de coisas específicas de fragrâncias diferentes, então parei com a bobagem de usar uma só. Amo perfume e meu namorado também, quando nos conhecemos um pirou o outro. 😉

VL: Algum tipo que você gosta mais?

Cleo: Depende da fase. Sempre gostei muito de couro, baunilha e coco. Doce, mas açúcar, não bala… Cheiro marcante, mas que é sutil. Tem que ser doce e sofisticado.

VL: O que não pode faltar nos seus cabelos?

Cleo: Cuido bastante, agora que tirei os dreads estou hidratando intensivamente. Fiz um corte para fortalecer. Não tenho uma rotina, mas eu gosto de mudar.

VL: Aquela história de mudar para o personagem…

Cleo: Adoro! Enjoa ficar sempre da mesma forma. A gente quer uma estabilidade, mas também transformação, respiro, frescor, novidade… É muito bom ter isso em você. No trabalho, tem a ver com os personagens, as histórias.

VL: Que outros produtos de beleza você usa?

Cleo: No Rio de Janeiro é muito quente e minha pele já é oleosa, então não dá para passar muita coisa, se não me sinto melada. Cresci com minha avó Odice, por parte do meu pai Orlando, passando creme, ela ama. É um ritual: eu comigo. A gente pode se curtir de várias formas e sem dúvida essa é uma delas. Eu me curto muito e gosto desse momento.

VL: Quando se sente mais bonita, a gente se sente mais segura. Aprender essas coisas sobre você também ajudou nisso?

Cleo: Também, e tem várias outras coisas, como ouvir uma música que eu gosto, ler um artigo científico que explica porque as coisas existem… Isso faz eu me sentir incrível. Minha segurança vem de vários lugares diferentes – maquiagem, música, leitura, ou rezando e pensando.

VL: Você se acha bonita?

Cleo: Eu acho que eu melhorei com a idade, porque eu demorei para ficar com cara de mulher. Também não me ligava muito no que ficava bem em mim, combinava com meu rosto. Fui amadurecendo e tomando gosto por isso, por entender a minha beleza, a minha estrutura, o que eu gosto de verdade – e fica bom ou não. Era muito insegura. Quando você abraça o seu caos e quem você é, você se acha mais bonita. Agora a minha beleza vem mais de dentro.

COMENTÁRIOS 12

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS

  1. Eu parei de me maquiar já faz alguns anos
    Agora aos 46 anos estou voltando mas tenho dificuldades
    Tenho olhos pequenos gostaria de aprender a passar contorno certo e fazer traço gatinho estou tentando esta difícil kkk
    As dicas são bem interessante acho que aprendo