África na moda: a diversidade é fashion

Tendência étnica nas passarelas valoriza a cultura negra e revela um caldeirão riquíssimo de referências

 

Tido por muitos historiadores como o berço da civilização, o continente africano vem sendo redescoberto pelo mundo da moda. Não precisamos dizer que a África sempre foi fonte de inspiração para o universo fashion. De onde você acha que surgiu a ideia de estampas de onças e zebrinhas nas roupas e acessórios? Texturas de cobras e jacarés? Formas geométricas, grafismos tribais e cores contrastantes?

A estilista senegalesa Adama Paris.

é o nome forte no mundo da moda. Criadora da Dakar Fashion Week, que acontece desde 2002 na capital do Senegal, ev da Black Fashion Week, que já passou por Paris, Montreal, Praga, Lisboa e Salvador, Adama aposta na promoção não só da moda étnica africana, mas do profissional negro na moda mundial.

Sua aposta faz sentido! A supermodelo Maria Borges é angolana e entrou para a história, em 2015 como a primeira a desfilar pela Victoria’s Secret com cabelo afro.

Korto Momolu

é outra designer de moda e estilista africana. Nascida na Libéria (África Ocidental), Korto ultrapassou barreiras e chegou até a New York Fashion Week, um dos maiores eventos de moda do mundo. Sente a força!

Comparada por muitos à Naomi Campbell, Leila Nda é do Burundi, pequeno país africano, mas já desfilou para as maiores marcas do mundo da moda. Sabia disso?

Lisa Folawiyo

ícone da moda

 

Lisa Folawiyo é outra figura de destaque no cenário. A estilista nigeriana está entre as 500 pessoas mais importantes da moda mundial, segundo a lista do site “Business Of Fashion”. Não é pouca coisa, é?

E essa processo tem um fator interessante.

Quando um estilista africano traz, com propriedade, algo da cultura das ruas para as passarelas, a passarela devolve isso para as ruas com força ainda maior.

O que antes era “apenas” cultural, agora é cultural, referendado pela moda e desejado pelo mundo. <3

A África fashion, forte nas passarelas, é causa e
efeito de um movimento maior, que é o da valorização da cultura negra no cenário internacional e o seu protagonismo na construção da sociedade.

Pense na música, na dança, nos esportes. Rock, samba, blues, rap, funk, capoeira, break, futebol, basquete, atletismo, maratona. Pense em como os expoentes dessas categorias se relacionam com a moda e em como eles traduzem e são traduzidos pelo mundo fashion.

Não faltam exemplos, acompanhe:

Esse movimento acaba falando de questões como liberdade, ao incentivar o uso de cabelos mais espontâneos e naturais; e igualdade, mostrando que os cabelos crespos e cacheados podem ser tão lindos quanto os valorizados pela ditadura dos fios lisos.

africanissima3

 

É uma questão de valorizar novos padrões. Algumas atrizes como Leandra Leal, Camila Pitanga, Debora Rodrigues e Sheron Menezzes sabem que o diferencial dos seus looks está justamente na autenticidade dos seus cabelos.

Leia também:

Assuma os fios naturais: dicas e cuidados com os cabelos cacheados

Seis motivos para você definitivamente ter orgulho dos seus cabelos crespos

africanissima5

Make B. se inspirou na vivacidade da moda africana para a criação de sua nova coleção, que chega para a estação mais quente do ano repleta de cores e texturas. Mais cor, vibração e moda para o seu verão. Tudo chega às lojas na próxima segunda, dia 5 de setembro!

E o que esperar dessa novidade? Produtos inspirados na moda étnica africana para valorizar as diferentes belezas da mulher brasileira. São cinco batons (dois mate e três cremosos) com tonalidades incríveis, dois mousses labiais com efeito mate, dois quartetos de sombra com as cores da moda, uma fragrância exclusiva e duas cores de nécessaire, que você pode usar também como clutch.

Dá uma espiada:

insta_chegou3

E agora, já se sente mais preparada para explorar uma pegada afro no seu visual? Um cabelo mais natural, uma make mais ousada ou aquele acessório tribal podem trazer muita autenticidade ao seu look. Se joga!

COMENTÁRIOS 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS

  1. Amei ,conhecer a nova inspiração da Boticário.Temos,eu e minha filha,uma página no face sobre turbantes e acessórios afro .Começamos a
    um mês e estamos tendo receptividade com nossas criações . Vamos compartilhar essa nova linha que tem tudo haver com as brasileiras.Parabéns.