Valorize o que você tem de melhor: conheça histórias de mulheres que aprenderam a se sentir lindas

Descubra como uma mudança de atitude pode ajudar você a valorizar a sua beleza

Responda com sinceridade: se o mundo se dividisse entre mulheres satisfeitas e insatisfeitas com o próprio corpo, a qual grupo você faria parte? Segundo o Espelho da Beleza, que mostra os 10 assuntos de beleza mais comentados das redes sociais dos últimos dias, o desejo por um corpo lindo parece ser mais comum do que a satisfação com o próprio corpo. Mas você sabia que para se olhar no espelho e se sentir linda é preciso, antes, aprender a valorizar a própria beleza?

Um dos motivos para a insatisfação com o corpo pode ser a baixa autoestima. Por isso, o modo como nos sentimos “por dentro” acaba refletindo em como somos “por fora”: quando não estamos felizes com quem somos, mostramos isso na forma de agir e de vestir.

Se você se identifica com esse perfil, uma dica importante: coloque-se como prioridade número um na sua vida! Para a psicóloga Patrícia Darros,é importante se conhecer e cuidar do lado emocional: “Cada pessoa precisa descobrir o que lhe faz se sentir bem. Seja caminhar, ir a um salão para ficar mais bonita, fazer compras, usar uma bela maquiagem. Mas o importante é se amar e compreender que todos temos nossas limitações e momentos difíceis, e que somente a valorização pessoal poderá nos deixar com nossa autoestima mais elevada”.

Melhorar a autopercepção pode ser o impulso para uma transformação da aparência. Para você se inspirar, conheça histórias de mulheres que aceitaram o desafio e hoje se sentem muito mais bonitas – e felizes!

meninas_mudanca
Winnie: “Sou muito mais segura, tanto no aspecto físico quanto no psicológico”

Quando sentiu que seus hábitos estavam prejudicando a própria saúde, Winnie Bueno resolveu tomar uma atitude: começou a cuidar do corpo e perdeu 32 quilos em um ano. Hoje, ela frequenta a academia três vezes por semana e faz coisas que parecem simples, mas que antes não eram possíveis sem um certo esforço – como correr, andar de bicicleta ou apenas caminhar algumas quadras a mais. E não foi só a qualidade de vida que mudou, mas também o jeito como ela se percebe e encara a vida.

“Nunca quis ser mais uma mulher negra com problemas de autoestima, então me esforcei muito para não externar como eu me sentia. Isso porque achava que eu tinha uma responsabilidade com outras meninas, principalmente as da minha família. Depois, adquiri outra visão, de que a gente tem que se sentir bem de verdade para, então, servir de espelho a outras mulheres. Agora me acho bonita sem ter que fazer esforço para isso. Sou muito mais segura, tanto no aspecto físico quanto no psicológico, tenho mais facilidade para me relacionar com as pessoas e não tenho mais problemas de autoestima.”

Guadalupe: “O mais importante é que a mudança venha de dentro, senão não funciona em longo prazo.”

Quando a insatisfação com a aparência impede você de fazer coisas simples – como tirar uma foto com os amigos e colocar nas redes sociais, por exemplo – o que fazer? A resposta é simples: mudar. Mas o processo de transformação, esse não é nada fácil. Hoje, Guadalupe Albuquerque tem o perfil cheinho de fotos dela – e uma história de superação para contar. Depois de perceber que a saúde corria risco, ela iniciou um tratamento e conseguiu perder 33 quilos em 11 meses. O apoio dos amigos e familiares foi fundamental, mas ela acredita que o mais importante é a vontade de mudar.

“Eu não me sentia mal naquela época, mas hoje me cuido muito mais e me sinto muito mais bonita e confiante. Quando nos sentimos mais bonitas, melhoramos a autoestima e aprendemos a escolher as coisas que nos fazem bem. Muda muito! Com certeza, estou muito mais feliz. O mais importante é que a mudança venha de dentro, senão não funciona em longo prazo. A vontade interna de se sentir melhor é o que vale e o que vai fazer a mudança acontecer de verdade”.

Agora que você sabe que se sentir bonita também é importante para melhorar a qualidade de vida, é só colocar em prática as dicas da psicóloga Patrícia e das mulheres inspiradoras que dividiram as histórias delas com a gente. Se você ainda não sabe bem por onde começar, é só dar uma olhada no esquema abaixo e se inspirar para iniciar a transformação! 😉

info_linda

Fotos: iStock e Arquivo Pessoal

COMENTÁRIOS 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS