Outubro Rosa: como cuidar de você pode mudar a vida de outras mulheres

Falar de câncer de mama pode ser mais fácil do que você imagina

Todo mês de outubro o rosa invade as ruas, decora espaços e vai parar até no que você veste, na make que você usa. Mas toda a essa manifestação tem um motivo que sublima o estético: apoiar o Outubro Rosa, movimento que tem a proposta de conscientizar mulheres sobre o câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce.

Fita rosa

 

Além de botar a fitinha cor-de-rosa na blusa, o que mais você faz pela luta contra o câncer de mama? Pois a gente acredita que o segredo dessa batalha está em você, que talvez não saiba, mas pode inspirar outras mulheres ao cuidar de si mesma. Do mesmo jeito que compartilha seus truques de make, aquela última tendência de moda ou um cuidadinho de beleza com as amigas, você pode dividir sua rotina de fazer o autoexame pra prevenir a doença. Ah, você ainda não faz? Amiga, então tá na hora de começar!

“Passei a ver a vida com outros olhos”

A Edith Zimmermann que o diga! Foi fazendo o autoexame cedinho que ela conseguiu superar o câncer de mama. Hoje com 60 anos, se considera uma vencedora, e alerta a todas as mulheres sobre a importância da prevenção.

Mulher outubro rosa
“Eu não me considero uma vencedora. Eu sou!”, costuma dizer Edith
“Mesmo com tudo em dia, ao passar por um período de estresse, meu conselho a todas é antecipar os exames”.

E a Edith super tem razão! Ela ainda lembra a importância da mamografia pra quem tem a idade recomendada. Com a descoberta logo de início, Edith fez a cirurgia e apenas precisou de radioterapia. “Deu tudo certo, mas depois dessa situação comecei a me cuidar mais. É muito importante fazer os exames todo o ano.”

E imagina se não. A atenção da Edith com a própria saúde já mudou a vida de outras pessoas:

“Passei a ver a vida com outros olhos. Passei a falar com as amigas, com a família. Minha mãe tem 80 anos e a faço realizar os exames sempre”.

Gente, prevenção é tudo!

O vice-presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia – Região Sul e diretor do Instituto de Medicina, Pesquisa e Desenvolvimento José Luiz Pedrini, contou pra gente que diagnosticar um tumor no início aumenta as chances de cura em 90%. “O tratamento tende a ser menos agressivo”, diz o médico, que tem mais de 1.900 (!!!) referências na literatura mundial em câncer de mama.

Ele ainda explica que o autoexame deve ser feito pelo menos uma vez por mês, na frente do espelho, na hora do banho e com os dedos, cuidando tanto o visual quanto o toque.

“Sempre compare uma mama com a outra. Aquelas que estão em menopausa, podem escolher uma data mensal para o exame. E não esquecer o exame médico anual”, diz.

Pedrini diz que, ao fazer autoexame, é preciso ligar o alerta ao sentir, por exemplo, um caroço na mama, uma retração da pele ou do mamilo, sangue ou água cristalina pelo mamilo ou um inchaço na pele da mama. Fique de olho! 😉

No Brasil, são 56 casos a cada 100 mil mulheres por ano. Já a expectativa é de 58 mil novos casos em 2016. A gente pode mudar isso, né?

Algumas informações pra dividir com as amigas:

→ De acordo com o INCA, o câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil, depois do de pele não melanoma (que ocorre principalmente em pessoas de pele clara, após exposição solar por muito tempo), e responde por cerca de 25% dos casos novos a cada ano. Ele também acomete homens, mas numa escala bem menor: apenas 1% do total de casos.

→ Existem vários tipos de câncer de mama, mas a maioria tem bom prognóstico. A doença, ainda, é rara de acontecer antes dos 35 anos. Acima dessa idade, contudo, a incidência cresce progressivamente, especialmente após os 50 anos.

→ A recomendação do Ministério da Saúde – assim como a da Organização Mundial da Saúde e a de outros países – é fazer a mamografia de rastreamento (quando não há sinais nem sintomas) em mulheres de 50 a 69 anos, uma vez a cada dois anos.

Cuide de você pra que outras mulheres se cuidem também

→ Observe suas mamas sempre que se sentir confortável, seja no banho, hora de trocar de roupa ou em outra situação;

→ Cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis, como praticar exercícios regularmente e se alimentar de forma saudável. Ou seja: partiu vida saudável!

→ Compartilhe com as amigas a importância do autoexame e dos cuidados com a saúde sempre. Dica amiga: ter medo de falar sobre o câncer de mama só fortalece a doença. Falar sobre ela com as amigas, a mãe, a vizinha é a melhor forma de lembrar da prevenção. 😉

Fonte: INCA

Adote o rosa!

E que tal, além de incluir todas essas atitudes positivas e saudáveis na rotina, ainda acrescentar a cor rosa nos looks e na make esse mês para mostrar pra todo mundo que apoia o Outubro Rosa? A gente dá umas dicas de makes lindas para você se inspirar e fazer parte também!

Ashley Benson com make leve

 

Elle Fanning com make rosa

 

Zendaya com make rosa

 

Tem alguma dica pra quem quer colocar o autoexame na rotina? Conta aqui pra gente!

COMENTÁRIOS 7

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS