No Dia Mundial da Fotografia, confira o trabalho de quem transforma a beleza em imagens

Trabalhar com moda e beleza é um grande desafio. Quer saber por quê? Leia aqui ;)

Diga “xis”! É de senso comum que qualquer pessoa consegue tirar uma foto: basta ter uma câmera. Mas, vamos combinar que entre uma selfie com os amigos e um editorial de revista há uma grande diferença. No segundo caso, é preciso saber operar equipamentos complexos, orquestrar uma produção inteira e ainda ter aquele dom para captar o melhor momento. Ufa! Essa é a rotina dos fotógrafos e é por isso que decidimos fazer uma homenagem a eles no Dia Mundial da Fotografia, comemorado hoje (19 de agosto).

Esporte, política, arte. São tantas as áreas da fotografia, mas temos que confessar que somos fãs de uma muito especial: a de moda e beleza (é claro!). Os fotógrafos que trabalham nesse meio enfrentam um desafio a cada clique, de conseguir valorizar e traduzir a beleza de cada pessoa em imagens. Conhecemos alguns experts nisso: Nicole Heiniger, Karine Basilio, Maurício Nahas, Felipe Hellmaister, Christophe Rihet, e para contar um pouco mais do dia a dia da profissão, Viva Linda conversou com Gustavo Zylbersztajn, fotógrafo de moda e beleza que tem uma história curiosa e carregada de talento. Confira!

Dos números à beleza da imagem

Ele poderia ter escolhido viver entre calculadoras científicas, obras e grandes construções, já que é engenheiro civil por formação. Porém, decidiu abandonar a carreira de projetos para encarar os desafios da fotografia. Deu certo: ele é um dos fotógrafos de moda e beleza mais requisitados do país, já assinou diversos editoriais que retratam a beleza feminina e, inclusive, já ganhou premiações internacionais pelo seu trabalho.

A dedicação à fotografia teve início em meados dos anos 2000 e só cinco anos mais tarde que a opção por seguir o caminho dos editoriais de moda e beleza foi feita. No início da carreira, Gustavo produzia ensaios com modelos tanto na rua – em locações externas -, quanto nos estúdios. “Sempre gostei muito de fotografar beleza e trago um enorme banco de referências e pesquisas no ramo”, conta.

Esse tipo de fotografia, observa o fotógrafo, exige um cuidado redobrado: é preciso ter o domínio da técnica com a luz e equipamentos de qualidade, para que a entrega do material não deixe a desejar. Anote a dica do expert: a escolha certa do casting de modelos é um ponto decisivo. Do signo de Virgem, ele conta que nunca entra em um set para fazer qualquer imagem. “Tenho vontade sempre em tentar fazer algo a mais, surpreender os outros e a mim mesmo também”, destaca.

Nos estúdios os fotógrafos não estão sozinhos e, geralmente, contam com um staff de produção. Para atuar na área, o Gustavo considera extremamente importante conversar, dividir opiniões e aceitar sugestões da equipe. “Acho que quando saio do set feliz, quer dizer que fiz um bom trabalho. E quando faço um bom trabalho, a certeza é de que a direção continua apurada“, acredita.

Além de registrar editoriais de moda e beleza, atualmente o fotógrafo tem produzido ensaios pessoais onde busca expor sempre que possível. Com uma rotina agitada, ele tem que fazer malabarismo com o tempo para dar conta de todos os compromissos. Mesmo assim, com pouco tempo disponível, ele garante que em breve terá um novo projeto na rua. Agora é aguardar para ver! 😉

COMENTÁRIOS 0

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook