Ombré hair: dez dúvidas que você precisa esclarecer

Antes de aderir ao estilo das mechas ombré hair, fique atenta às recomendações do especialista

Uma das tendências que vem com toda a força nessa estação é a do o cabelo ombré, ou ombré hair – as famosas mechas mais claras nas pontas, que trazem aos fios um efeito degradê. As celebridades adotaram e o estilo se popularizou entre as mulheres. Nos últimos dias, o assunto foi um dos mais comentados nas redes sociais, segundo o Espelho da Beleza, e nós fomos atrás de um especialista para esclarecer 10 dúvidas que podem surgir antes de você se jogar nessa tendência.

Veja as dicas do hairstylist Alison Salles, e descubra se essa moda tem tudo a ver com você:

fotos de mulheres com cabelo ombré
1. Qual a diferença entre as mechas ombré e outros tipos?

A técnica ombré vem se reinventando a cada ano. A primeira variação que surgiu foi a das mechas dip-dye, também conhecidas como californianas, que são aquelas com cores bem contrastantes apenas nas pontas dos cabelos. Logo depois, surgiu a técnica ombré clássica, usada para “iluminar” dois terços do comprimento dos cabelos (da metade para as pontas). Depois, surgiu a sombré, que mescla o louro com uma cor dois tons mais escuros, para trazer um efeito natural.

Hoje, temos outras três técnicas desse estilo: reverse, sunset e splashlight. Essa última é considerada a nova ombré, e dá o efeito de raio de sol nos cabelos. A reverse é mais escura nas pontas, praticamente o contrário da sunset, que é um ombré mais sutil, com um leve clareamento aos cabelos.

Atriz Jessica Biel com com cabelos longos ombré

2. Qual o melhor tom de mechas para o meu cabelo?

O ideal é não passarmos de dois tons de clareamento, por dois motivos: não gerar muito contraste e não deteriorar o fio. Por exemplo: nas morenas, para não chegar em um clareamento platinado, o ideal é optar por um tom cobre, marrom frio ou até mesmo um louro claro. Nas ruivas, o bonito fica trabalhar em tons de vermelho, no máximo um dourado. E para as loiras, pode ser um tom de marrom claro, cobre, dourado ou até mesmo o platinado. A tendência para esse verão vai ser o red ombré, com mechas avermelhadas. Fica lindo!

Cantora Ciara com Long Bob Ombré

3. Loiras também podem fazer?

Sim, as loiras mais claras podem trabalhar com dois tons mais escuros a partir da cor dos cabelos, como o marrom e o cobre. Se o cabelo for platinado, o ideal é, no máximo, escurecer dois tons. Esse é o cabelo mais delicado para mexer, pois ele já passou por um processo de descoloração. Geralmente, a regra que usamos para o cabelo não ter muito contraste nas mechas é dois tons a mais ou a menos do fio. A partir disso, podemos trabalhar com vários tons.

4. Como tratar as mechas para não ressecarem?

No dia do clareamento, o ideal é fazer um tratamento com produtos que contenham aminoácidos, proteínas para repor os nutrientes naturais do fio. Durante os quinze dias após a coloração, o ideal é usar shampoo, condicionador, máscara capilar e leave-in reconstrutores. Depois disso, trocamos para produtos nutritivos, que agem como protetores da cor.

Cantora Ciara com corte Long Bob e ombré hair

5. Precisa retocar de quanto em quanto tempo?

É importante retocar de três em três meses.

6. Tenho cabelo afro. Posso adotar o estilo?

Claro que sim, acho lindo! Só temos que ter um cuidado especial, principalmente no nível de clareamento, pois o cabelo afro é muito sensível. Depois que você faz esse processo, tem que hidratar bastante.

7. Meu cabelo é curto na altura dos ombros. Posso aderir à tendência ou é só para cabelos mais longos?

Pode sim, temos um ícone de estilo para citar como exemplo: a atriz Jennifer Aniston, que usa um corte long bob ou chanel. Ela foi uma celebridade que aderiu ao look com muita propriedade!

cantora Ciara com corte de cabelo curto e ombré hair

8. Meu cabelo é naturalmente seco. Como devo hidratá-lo?

Temos que utilizar produtos que reparem a oleosidade natural dos fios. O ideal é hidratar uma vez por semana, não substituir o condicionador por máscaras de tratamento e sempre usar leave-in. Quando for utilizar secador, chapinhas ou baby liss, lembre-se de sempre usar um protetor térmico antes. Além disso, devemos ter muito cuidado com colorações e, principalmente, com as técnicas de clareamento. Quanto mais claro o tom, mais cuidados o fio precisa.

9. Posso tentar fazer em casa? Quais os riscos?

O recomendado é sempre procurar um profissional de sua confiança. Os riscos são bem significativos, desde de uma insatisfação com a cor até a queda ou quebra dos fios.

Khloé Kardashian com cabelos longos e ombré hair
10. Qual é o melhor: ombré ou sombré?

Na realidade, não há uma técnica melhor do que a outra. O que temos que levar em consideração é o desejo da cliente, sempre orientando para o que ficaria melhor para o estilo dela. O cabelo sombré é uma técnica com um resultado mais natural e suave, que trabalha com uma coloração mais escura na região da raiz. Já o ombré é mais marcante, usado geralmente da metade dos fios até as pontas.

E aí, gostou das dicas? Para deixar seus fios com a cara da estação, não esqueça de reservar na sua agenda alguns horários para reforçar a hidratação e manter suas mechas cheias de vida! 😉

 

COMENTÁRIOS 20

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS

  1. Eu fiz ombré este ano, no finalzinho de janeiro e amei! Ficou muito bonito e ao mesmo tempo discreto pois fiz poucas mechas, mas mesmo assim deu uma super iluminada no meu visual. Sou morena então não clareei muito, usei tons mais cobres e marrons mesmo. Ficou lindo até porque minha cabeleireira arrasa. Não aconselho fazer em casa, contar com um profissional faz toda diferença. Meu cabelo é super fino e sensível pois uso progressiva também, mesmo assim não quebrou nem está ressecado. Eu hidrato em casa toda semana e procuro hidratar no salão uma vez ao mês. Além de usar protetor sempre antes do secador (uso secador após todas as lavagens e como aqui é muito quente, eu lavo pelo menos 2 a 3 vezes por semana). 😉