Como tirar o frizz do cabelo? 10 dicas de expert contra fios arrepiados

Conheça os produtos certos e os truques de como acabar com o frizz de vez

“Eu quase sempre durmo com os cabelos presos. Digo ao meu marido que não ouso arriscar ver sua cara de espanto pela manhã com meu cabelo solto: armado, volumoso, aspecto seco… Rimos da brincadeira, mas há no meu íntimo um quê de verdade nisso. Há inúmeros produtos que nos chamam a atenção nas prateleiras físicas e virtuais, como se fossem luminosos em neon. Já usei muitos, caros e baratos, que prometem mundos e fundos. Tratar, hidratar, tirar o frizz, cachear, domar, dar leveza, inúmero verbos quase sempre no modo Imperativo”.

A história da Donatila Pinski, nossa leitora, não é muito diferente da minha ou da sua. Naqueles dias de chuva em que a gente acorda um pouco atrasada para o trabalho (e o ônibus também atrasa, o trânsito está parado e não deu tempo de se maquiar), olhamos no espelho e lá está ele: o frizz. Esse companheiro nada agradável de quase todas nós.

Cabelo com frizz

 

“E agora?” “De novo?” “Que droga”. Podemos olhar para os fios arrepiados no topo da cabeça e dizer um milhão de coisas, pensando que provavelmente a Gisele Bündchen não tem frizz e, puxa, como ela deve ser feliz por isso. Mas, pensando bem, ela também deve ter frizz e a gente que não sabe. Se você sofre com esses insistentes fiozinhos como a Donatila, como eu e outras várias mulheres que conheço – lisas, crespas, afro, cacheadas e onduladas – saiba que você não está sozinha, e que existe, sim, vários truques de como tirar o frizz do cabelo. Vamos testar?

       O que é o frizz?

O tricologista Luciano Barsanti nos conta o porquê de termos frizz: “o fio de cabelo tem várias camadas, sendo a mais externa delas chamada de cutícula. A cada agressão que o fio sofre – como exposição ao sol, uso constante do secador de cabelo, da química, entre outros – a cutícula se abre, e toma um formato semelhante ao de escamas. Essas escamas são o frizz”. Mas o que realmente funciona e o que não funciona para acabar com o frizz? Vejamos:

1. Alisar o cabelo para evitar os fios arrepiados? Esqueça, amiga: não vai funcionar. Segundo o tricologista, alisar (seja com química ou com chapinha mesmo) deixa os cabelos ressecados, e quanto mais ressecados, mais frizz você vai ter.

Cabelos crespos

 

2. É uma verdade que cabelos crespos e afro têm muito mais frizz. Isso acontece porque esse formato de fio repele mais a água do que os outros, o que faz com que eles sejam mais ressecados. Portanto, hidratação neles!

3. E por falar em hidratação, o truque é o seguinte: quem tem cabelo crespo, cacheado e afro deve investir em uma boa hidratação pelo menos uma vez por semana. Opte por produtos ricos em óleos vegetais, ultra-hidratantes. Para um tratamento intensivo, veja aqui uma linha que vai conquistar o seu coração. <3 Para as lisas e onduladas, uma hidratação a cada 15 dias é suficiente. Se os seus fios forem muito ressecados, faça o tratamento ultra-hidratante. Se os fios forem oleosos na raiz, aposte em shampoo e condicionador que já hidratem e em um spray defrizante.

4. O defrizante, aliás, junto com o leave-in e o creme para pentear, são grandes aliados para acabar com o frizz. Mas atenção: é preciso escolher o produto certo para o seu tipo de cabelo. Veja aqui algumas opções:

5. Sabe aquele banho de chuveiro beeeeem quente? Pois então, não é legal lavar os cabelos com a água nessa temperatura, explica o Dr. Barsanti, porque ela danifica os fios e estimula o couro cabeludo a produzir oleosidade. Aliás, banho quente também não é bom para a pele, seja ela seca ou oleosa. Por isso, opte pela água morna.

6. Se para você não há vida na Terra sem chapinha e secador, está na hora de desapegar. Mesmo usando protetor térmico, o calor desses aparelhos queima os fios, se em altas temperaturas. Para acabar com o frizz, use só o secador, e em temperatura média, sem aproximá-lo demais dos cabelos. E não esqueça de aplicar um pouquinho de reparador de pontas depois de secá-los.

Cabelo com frizz

 

7. Você já prestou a atenção em como escova ou penteia os seus cabelos? As escovações muito fortes podem quebrar e danificar a estrutura dos fios, gerando ainda mais frizz. Por isso, quando vir aqueles fiozinhos arrepiados, tente pentear os cabelos com os dedos, usando umas gotinhas de reparador de pontas. E use esse truque sempre que os fios começarem a se rebelar.

8. Evite fazer alisamento e coloração em uma mesma ida ao cabeleireiro. Segundo o tricologista, isso fragiliza a cutícula do cabelo. Além disso, procure respeitar um intervalo de 30 dias entre um retoque de tintura e outro. Usar produtos indicados para cabelos tingidos pode ajudar a prolongar a coloração e a enfrentar esse tempo sem a tintura.

9. Você gosta de tomar sol? Se sim, então procure usar produtos com proteção UVA e UVB para cabelos. Afinal, corpo bronzeado no verão sim, mas cabelos cheios de frizz nem pensar, não é?

10. Essa dica é para a Donatila, nossa leitora (que dorme com os cabelos presos), mas também para você que adora andar por aí de coque e rabo de cavalo: prender o cabelo também provoca frizz, porque o cabelo pode quebrar ou danificar, e a cutícula dos fios se abrir. Que tal investir mais em looks naturais com os cabelos lindos, leves e soltos? 😉

Fonte: Dr. Luciano Barsanti, tricologista, diretor médico do Instituto do Cabelo de São Paulo.

Leia mais sobre cuidados com os cabelos!
Qual o melhor shampoo para o seu cabelo? Descubra aqui
Saiba o que é fitagem capilar e como fazer em casa
Queda de cabelos, o que fazer? Veja como prevenir o problema
Protetor térmico para cabelos: 8 razões para usar no dia a dia
Como secar o cabelo em casa? Veja todas as dicas
13 dicas para cabelos que podem salvar o look em um bad hair day

COMENTÁRIOS 1

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Connect with
with Facebook

COMENTÁRIOS